Desde os primeiros séculos os cristãos pintaram e esculpiram imagens de Jesus, de Nossa Senhora, dos Santos e dos Anjos, não para adorá-las, mas para venerá-las.

As catacumbas e as igrejas de Roma, dos primeiros séculos, são testemunhas disso. A mais antiga imagem de Nossa Senhora é um afresco da catacumba de Priscila, em Roma, do início do século III. É uma das mais antigas da arte cristã, sobre o mistério da encarnação de Jesus.

Uma escultura de santo tem um significado profundo. Quando se olha para uma imagem de santo, ela nos lembra de que a pessoa ali representada é santa, viveu conforme a vontade de Deus, então, é um “modelo de vida” para todos.

Uma imagem de santo em gesso lembra também que aquela pessoa ali representada está no céu; isto é, na comunhão plena com Deus, goza da chamada “visão beatífica de Deus”; e intercede por nós sem cessar, como reza uma das orações eucarísticas da Missa.

São Jerônimo dizia: se aqui na terra os santos em vida rezavam e trabalhavam tanto por nós, quanto mais não o farão no céu, diante de Deus.

Santa Teresinha do Menino Jesus dizia que “ia passar o céu na terra”, isto é, intercedendo pelas pessoas.

Imagens de santos em gesso nos lembram ainda que ele é santo pelo poder e graça de Deus; então, a veneração da imagem dá glória a Deus, em vez de ao santo.

Por isso, o trabalho artesanal com esculturas de gesso para pintar ou mesmo com outras técnicas, tem que ser executado com muito carinho e dedicação.

Além disso, trabalhar com esculturas de gesso cru pode trazer resultados satisfatórios quando se quer ter um aumento de renda.

O trabalho de artesanato com  imagens de santos em gesso cru, oferece uma gama gigantesca de opções imagens de santos e santas bem como variações em seus temas, tendo apenas a criatividade do artesão como limite para os trabalhos.